domingo, 29 de novembro de 2009

Os trilho da vida

Nos trilhos da vida muitas são as vezes em que me encontro em encruzilhadas. Encontros e desencontros surgem sem esperar, vidas nascidas e perdidas se fazem acreditar.
As tradições indígenas americanas, entendem uma encruzilhada como um lugar sagrado, um local onde os deuses habitam e observam o viajante tomar as decisões. Ali concentram-se duas grandes energias - o caminho que será escolhido, e o caminho que será abandonado. Porém, ninguém pode ficar ali para sempre: uma vez tomada a decisão é preciso seguir em frente, confiar no próprio coração, e esquecer o caminho que não escolhemos. Porém só deparo em dois caminhos: O caminho da razão e o caminho do coração. Contudo, quando um caminho se distancia muito um do outro a situação complica-se. A vida é recheada de decisões e indecisões, de perguntas e respostas, de caminhos e encruzilhadas. Como descobrir o melhor caminho é o enigma e o maior desafio. Particularmente, não deixo de escutar o coração nas minhas tomadas de decisões, e tenho esperança que os deuses e/ou todas as energias positivas me ajudem a sair de cada encruzilhada que surja na minha vida.

11 comentários:

  1. Olá Susana gostei muito teu comentário obrigado vou sempre visitar teu cantinho se não te importares claro.

    Não sei... Se a vida é curta
    ou longa demais pra nós,
    Mas sei que nada do que vivemos
    tem sentido, se não tomar-mos o caminho e decisões certas nas nossas vidas.

    ResponderEliminar
  2. Olá Kobe,

    claro que não me importo, é uma honra para mim saber que tu e outras pessoas delegam algum tempo das suas vidas para lerem e comentarem os meus textos.

    coloco-te uma questão: Quando sabemos se as decisões foram as certas?

    Beijinho boa semana

    ResponderEliminar
  3. Olá Susana tens razão os trilhos da vida existem e sempre existirão... mas o que seria a vida sem eles??!!

    E é como alguém um dia disse: "um caminho sem obstáculos, poderá não nos levar a lado algum"...
    Por isso vamos vivendo e aprendendo.
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Olá!

    Acho que o melhor caminho é aquele que mais obstáculos tem. Pois serão todos esses obstáculos que darão os melhores ensinamentos. Se tivessemos seguido o mais fácil o que retirariamos dele?

    São os trilhos da vida que fazem de nós grandes Homens e grandes Mulheres.

    Não há melhor professora que a Vida, que utiliza esses trilhos como estratégia de ensino.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olá Susana,

    Em algum momento de nossas vidas seremos obrigados a tomar decisões sob pressão. Não há como fugir disso. Tomar uma decisão errada pode repercutir negativamente por anos a fio em nossas vidas por isso quando toma-mos uma decisão pensamos sempre que é certa... Mas ter certeza que foi decisão correcta nunca teremos no presente so no futuro è que saberemos se foi ou não.

    Claro que ninguem pode prever o futuro, mas conhecendo bem a situação, podemos fazer uma previsão aproximada da decisão a tomar.

    Espero ter respondido a tua questão Susana


    Boa semana Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Olá Kobe,
    de facto o que dizes é verdade, contudo,as decisões sendo elas poderadas ou não são sempre complicadas de se tomar, e quando são decisões relacionadas com sentimentos pior. Este é um tema que eu acho, bastante complexo, no entanto todos os dias em todos os minutos estamos a tomar decisões umas vezes conscientes, outras inconscientemente.

    Beijinho boa semana

    obrigado pela tua disponibilidade

    ResponderEliminar
  7. Olá menina do cantinho,

    tens toda a razão, de facto os caminhos mais dificeis são, sempre, os mais saboreados e é de onde tiramos os melhores ensinamentos.

    Obrigado pela tua disponibilidade de vir ao meu cantnho ler e comentar os meus texto, que para mim não são nada de especial, mas que me dizem muito.

    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
  8. Olá Susana,
    As encruzilhadas com que muitas vezes nos deparamos são sinais que a vida nos dá ou, como eu costumo dizer o Mestre, para nos colocar à prova, para nos alertar, para nos dizer algo que temos de fazer, temos de agir, não podemos ficar parados. A vida não espera por nós e, não adianta levarmos a vida a lamentarmo-nos por algo que queríamos ter feito e não fizemos. A vida é para ser vivida e, há que saber tomar decisões e, não só com o coração, a razão tem de marcar a sua presença, afinal a maior radicalidade é o equilíbrio. Tudo isto faz parte do trilho da vida que todos percorremos, cada um faz as suas escolhas e deve assumi-las até ao dia em que vir que escolheu o que é certo.
    O que hoje pensamos ser o melhor, amanhã poderá não ser.
    Gostei de ler e, estas reflexões, só fazem bem :)

    Bjo com muita Luz

    ResponderEliminar
  9. Olá Luz

    concordo plenamente com o teu comentário...Obrigado por de quando em vez iluminar o meu cantinho, é uma honra para mim receber comentários tão ricos e verdadeiros:-)

    Beijinhos e um xi-coração

    Susana

    ResponderEliminar
  10. Porque será que os pássaros
    Cantam na partida do dia
    Porque será que um amante ausente
    Fica de alma apertada, vazia?

    Porque será que as ondas lamentam
    Em sussuros de sal no areal
    Porque será que as rezas são feitas
    Para correr para o longe o perverso mal?


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  11. Olá Profeta,

    é uma honra para mim receber o brilho das suas palavras, assim como as de todos os que deixam os comentários.

    Boa semana, gostava de ter as respostas às suas duas questões..

    Beijo

    ResponderEliminar