sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Cores perfeitas

Sentada com a água junto a mim, nem o vento nem o frio me afastam de ti. O azul do céu encaixa na perfeição com o azul da tua imensidão, as ondas finas e suaves balançam os barcos ao sabor do vento.

Deixei de ter com quem falar, fiquei sozinha com o meu olhar que te segue em cada maré no vai e vem das tuas ondas. Sinto que o tempo corre incerto, ouço sons que só eu sei escutar, fazes-me sorrir, fazes-me partir para outro lugar. Sei que existirás sempre, eu não, um dia vou partir um dia vou deixar-te, por isso guardarei cada dia, cada minuto, cada sentimento de paz que só tu me fazes sentir junto a ti.

Fecho os olhos e preciso de ti, preciso sentir que estás perto, preciso tocar-te, preciso ver-te... O oxigénio da tua brisa transporta em mim uma tranquilidade inigualável. As borbulhas e o burburinho das tuas ondas transmitem-me paz, aquela paz e serenidade que eu preciso para viver.

As gaivotas grasnam as estrelas começam a acender, o dia teima em desaparecer, a luz dourada do crepúsculo deita no firmamento as raízes da noite. Uma mescla de cores, perfeitas, surgem no horizonte, ficas mais lindo do que nunca... Como é doce este momento, como guardo-lo para sempre no pensamento?

O negro translúcido da noite aos poucos faz-se afirmar, traz consigo o sorriso das estrelas. Os sentidos ficam mais apurados, não te consigo ver, vislumbro luzinhas na escuridão da noite, mas sinto-te com uma intensidade imensa. A melodia de cada onda desfaz-se junto a mim, a sua brisa especial deixam as minhas pernas tremulas, o sangue quente chega ao coração, os olhos jorram lágrimas límpidas de paixão. Num reflexo do pensamento, fixo-me no momento, no compasso de mais um fim de dia, na esperança e na incerteza do amanha...
A foto foi tirada na praia de Faro e oferecida pela minha querida amiga Sandra, porque ela, tal como eu, ama o mar... Beijinhos Sandra e obrigado por mais este momento..

4 comentários:

  1. Olá Susana, queria deixar um comentário mas não sei o que dizer.... Bravo!! Conseguiste esmiuçar e traduzir a foto para palavras, e palavras bem sentidas por sinal...

    Deixa-me dizer que adorei ler este texto e agradeço por teres posto uma referência à minha pessoa :) foi das melhores fotos que já tirei até hoje e quando vi o resultado da imagem pensei: que espectáculo!!, contudo tu aliaste os sentidos à imagem na pefeição. Parabéns miga continua a escrever. Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Susana.

    Um texto muito expressivo. Gostei de te encontrar e ler-te foi com muito gosto.

    Bom fim de semana.

    Bjnhs

    ZezinhoMota

    ( A Poesia do Zezinho - http://zezinhomota.blogspot.com)

    ResponderEliminar
  3. Ola mana!
    Adorei a foto mais uma vez nao me surpreendes-te pela traduçao da mesma porque de ti so espero coisas lindas escritas com o coração e com muito amor que tocam la no fundo.
    Beijinho grande querida

    ResponderEliminar
  4. Porque será que os pássaros
    Cantam na partida do dia
    Porque será que um amante ausente
    Fica de alma apertada, vazia?

    Porque será que as ondas lamentam
    Em sussuros de sal no areal
    Porque será que as rezas são feitas
    Para correr para o longe o perverso mal?


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar